Só queríamos um bebê

comment2visibility68
Por Khing
Há 3 semanas

Minha esposa e eu sempre quisemos ter um filho e tentamos de todas as formas possíveis durante muito tempo.

Quando digo muito tempo, é de forma literal... Afinal, nós estamos tentando há 5 anos, mas minha esposa simplesmente não engravida de forma alguma.

Há alguns meses, começamos a aderir práticas religiosas de todos os tipos. Desde simpatias até votos de oração, buscando finalmente conseguir aquilo que tanto almejamos.

Nada do que tentamos funcionou, foi então que decidimos buscar ajuda médica.

Sei o que você está pensando:

-"Ora, porque diabos não fizeram isso antes?"

Mas nem nos passou pela cabeça que poderia haver um problema que precisasse de auxílio médico.

O caso é que após consultas e exames, descobrimos que sou estéril, ou seja, infelizmente não tenho condições de engravidar a minha esposa.

Isso nos deixou definitivamente arrasados, minha esposa chorou durante dias e eu não suportava vê-la tão triste. Então eu, que além de me sentir triste, também me sentia impotente, fui ainda mais profundamente nas pesquisas religiosas até chegar no mais oculto. Eu sabia que aquilo que está fora do alcance da ciência, poderia me ajudar.

nas minhas buscas, encontrei um ritual cuja finalidade era justamente conceber um filho a um casal que desejasse muito.

Os procedimentos para o ritual eram bem obscuros e nunca fizemos qualquer coisa do tipo, mas eu conversei com minha esposa a respeito e claro, os olhos dela brilharam com a possibilidade e mesmo sabendo como deveríamos realizar o ritual, ela apenas concordou.

Naquele mesmo dia ao anoitecer , fizemos o que mandava o rito:

Usando tinta vermelha, desenhamos no chão do quarto um círculo com diâmetro maior do que 2 metros e menor do que 2,5 metros.

Dentro do círculo, ainda com a mesma tinta, desenhamos a forma de um útero, de forma que as tubas uterinas encostassem nas laterais do círculo, assim como a parte de baixo, onde seria a vagina, encostasse na parte inferior do círculo.

Com tinta preta, sobre o desenho do útero, desenhamos um triângulo, de forma que suas pontas encostassem no círculo.

A aparencia final, era semelhante a um hexagrama.

Acendemos velas na direção das pontas, porém do lado de fora do círculo em uma distância de 60 centímeros.

Como parte final do ritual, nos ajoelhamos diante do círculo com as luzes apagadas e repetimos sete vezes:

"Vagentur spiritibus, quod mundi et mundum non pertinent. Huc ad nos, et nos sumus vobis."

Depois tivemos relações sexuais dentro do círculo por toda a noite.

Quando acordamos pela manhã, o anseio por sabermos se havia tido resultado foi gigante, mas apenas nos restava esperar.

Algumas semanas depois, devido ao atraso menstrual de minha esposa, fomos a uma consulta médica verificar se de fato ela havia engravidado, e para nossa felicidade, minha esposa estava grávida

Bem, eu acredito que de alguma forma eu tenha me tornado fértil após o ritual e tudo ocorreu como deveria, mas isso sempre me intrigava, afinal, que forças tão misteriosas poderiam ter poder para me conceder tal presente?

Retornei ao mesmo médico que havia feito meus exames e constadado minha infertilidade, não envolvi minha esposa nisso, afinal já havíamos conseguido nosso desejo.

Quando o doutor soube que minha esposa estava grávida, me pediu para refazer os exames, comprovar se houve algum erro.

Os dias se passaram e em uma tarde de um fim de semana, eu estava na cozinha tomando uma xícara de café, quando recebo ume-mail no celular.

Era da clínica, então disfarcei antes de abrir e olhar o resultado do teste refeito. Minha esposa estava sentada no sofá da sala de cabeça baixa, olhando e acariciando a barrida dela com todo carinho do mundo.

Então abri o e-mail e vi... Eu ainda era estéril...

Fiquei indignado e falei sem pensar em voz alta: -"Impossível, eu não sou estéril, minha esposa está grávida"

Notei que minha esposa parou de acariciar a barriga dela e só então percebi que havia falado alto demais. Ela então levantou a cabeça devagar mirando diretamente em mim.

Ela estava com um sorriso extremamente malicioso no rosto e seus olhos completamente brancos.

Aquela já não era mais a minha esposa e eu nem sei o que está sendo gerado dentro dela.

Comentários

Anônimo
Grandes ações têm suas consequências...
25/09/2020
Anônimo
O bebê demônio está vindo
25/09/2020