Rodoviária

comment1visibility575
Há 2 semanas

Já parou pra pensar o quão é estranho e assustador uma rodoviária a noite? Você deve dizer: "Eu não pego ônibus a noite, só pela manhã ou a tarde!". Mas e se caso você precisar ir para uma viagem e ter que pegar o primeiro ônibus? Presta atenção no vazio e no silêncio que lá habita.

Esses dias tive que ir a capital para uma reunião de trabalho. Estava marcado para começar as 8h da manhã e a viagem iria demorar, então, tive que pegar o primeiro ônibus do dia.

Era por volta das 3:30h da manhã quando cheguei na rodoviária. Não havia ninguém lá ainda. Nem os taxistas não haviam chegado para o trabalho, eles costumam sempre chegar às 4:30h. Um silêncio reinava ali e a noite estava fria com um vento suave balançando as árvores.

Sentei em um banco de concreto que há próximo ao guichê de atendimento e fiquei esperando alguém chegar para começar os trabalhos do dia. Estava marcado para abrir as 4h. O primeiro ônibus sai às 4:30h, e como não queria me atrasar, cheguei cedo.

Estava sentado olhando algumas coisas nas redes sociais quando senti um vento frio percorrer todo o salão vazio da rodoviária. Não era um vento comum. Olhei para os lados e não tinha ninguém. Olhei para trás e também estava vazio. Só havia eu lá até então.

Voltei a olhar o celular tentando ocupar minha mente para não pensar em nada. Nesse momento ouço alguém assobiar uma música de ninar lentamente. Levanto minha cabeça e procuro alguém em volta e nada. O assobio continua cada vez mais alto e se aproximando de mim.

Congelo de medo onde estou quando olho para atrás de mim, na porta do banheiro que estava próximo, está uma figura feminina com um vestido cinza todo sujo e rasgado. Era uma criança, aparentava ter entre 8 e 10 anos. Assobiava a música de ninar constantemente fixando os olhos em mim.

Não consegui correr ou gritar, apenas congelei e fiquei vendo a garota assobiar. No lugar dos seus olhos, havia apenas duas cavidades vazias. Ouço o barulho do guichê se abrindo. Olho para o relógio e já são 4h. Olho novamente para a porta do banheiro e ela não está mais lá, a música parou, algumas pessoas começaram a chegar e tudo ficou normal de novo.

Comprei a passagem, entrei no ônibus e segui minha viajem, mas a música que a garotinha assobiava nunca mais saiu da minha cabeça. Seu rosto pálido e inocente com olhos vazios. Dizem que ela sempre aparece em qualquer rodoviária depois das 3h... Se você for viajar por e tiver que pegar o ônibus das 4h, sugiro que não vá só.

Comentários

Anônimo
Muito bom...
15/11/2020