O Parasita

comment0visibility12
Há 5 dias

A alguns anos fui diagnosticado com um problema sério e constrangedor de calvície. Era algo que sempre me trouxe vergonha para andar na rua sem ter nada na cabeça. Ou era um chapéu, ou gorro... Quando não tinha, nem saia. Sofria bastante com isso.

Era difícil me relacionar com alguém. Não tinha muitos namoros duradouros pois sentia vergonha de sair com alguém desse jeito. Tinha uma baixa autoestima e não aguentava mais viver assim. Fui a alguns médicos e eles sempre me indicavam medicamentos para tratar minha calvície, mas eram remédios muito caro e não conseguia compra-los.

Mas certo dia, pesquisando sobre esse problema e como resolvê-lo, encontrei um site onde tinha um remédio que tratava e curava 100%. O preço era acessível a mim e não pensei duas vezes. Comprei a quantidade de remédio referente ao tratamento completo. Não demorou muito, ele chegou pelo correio dentro de uma caixa bem lacrado. No envelope que veio junto dizia que se não visse resultados, eles devolveriam meu dinheiro. Confiei...

Os primeiros meses foram sensacionais. Os resultados vieram instantaneamente e estava muito feliz por sentir que meu problema de anos de vergonha e constrangimento finalmente estava chegando no fim. Até duas semanas atrás.

Acordei com uma forte dor de cabeça e fui direto para o banheiro. Quando olhei no espelho vi que meu rosto estava pálido e meus olhos vermelhos. Achei que fosse cansaço do trabalho e não me importei tanto. Tomei um remédio e tentei continuar meus dias normais. Só que, outro dia, outra dor de cabeça, cada vez mais forte. Meu rosto estava ficando cada vez mais pálido e com uma expressão sem vida.

Quando acordei esses dias, vi que minha pele estava desgrudando do meu corpo. Estava derretendo com veracidade que podia-se ver os ossos em meus braços e minhas pernas. Tentei andar para pedir ajuda, mas não consegui. Olhei para a cama e vi vários ovos minúsculos de parasita espalhados... Percebi que saia do meu corpo.

Olhei para mim e algo corroía minha carne por fora e por dentro. Sangue jorrava da minha dos buracos que ali tinha. Minha costela e meu peito estavam amostra. Conseguia ver todos os meus órgãos querendo sair de dentro de mim. Meu coração batia acelerado e prestes a saltar do meu peito. Antes que eu morra aqui parecendo um zumbi preciso te avisar... Cuidado com o que se encontra na internet.