O Gosto de Carne Humana

comment0visibility49
Há 3 semanas

Sempre tive a curiosidade de saber o gosto que tem a carne humana, mas isso era algo que somente passava pela minha mente sádica enquanto criança. Mas fui crescendo e essa curiosidade junto, até chegar a um ponto onde precisaria, digamos, "tirar a prova dos 9"!

Após completar 18 anos e ter forças suficiente, precisava tirar essa dúvida que me corroía desde pequeno. Precisava experimentar carne humana para saber o seu gosto, sua textura, se ficaria com frito, assado, cozido ou cru.

Próximo a minha casa havia um beco onde muitos drogados se reunião para fumar, beber e viver a vida adoidado. De jeito algum iria matar minha curiosidade com essa escória podre, mas sim, com minha vizinha linda que sempre passa por ali. Todos irão pensar que o culpado de seu desaparecimento terá sido por causa de algum doente desses. O plano perfeito.

Quando ela vinha voltando da faculdade, esperava ela na esquina do beco, de capuz é claro para ela não me reconhecer. A agarrei e logo quebrei seu pescoço. A arrastei até um armazém abandonado e ali, dei uma de chef de cozinha. Retalhei todo o seu pequeno corpo e fui colocando na panela com os melhores temperos que poderia encontrar.

Sempre gostei de culinária e tive a alegria de fazer um curso para aprender mais. E estava me servindo bem. Experimentei a carne crua, um gosto horrível. Coloquei alguns pedaços para assar em brasa, também não ficou bom. Coloquei no forno e alguns pedaços para fritar e outros para cozinhar. Teria que provar de todos os jeitos possíveis para poder matar minha curiosidade e saber qual ficaria melhor.

Fui experimentando um a um, mas quase todos ficaram horrível, excerto um. Peguei um pedaço de sua perna, cortei com cortes diagonais, coloquei alguns temperos, pimenta e sal e depois coloquei na pressão em fogo médio durante 30 minutos. O resultado, foi sensacional. O gosto estava maravilhosamente divino. A riqueza de sabores não tinha explicação. Finalmente tinha matado minha curiosidade, mas, eu não pararia por aqui.

Meu suprimento de carne humana havia acabado, precisava de mais. Então, aqui começava minha secreta culinária exótica. Aqueles drogados dariam belos pratos, e você também.