Nas mãos do Diabo

comment1visibility145
Por Chaos
Há 2 meses

O Inferno não é o mesmo sem você.
Não se ache, não estou feliz em te ver.
Preciso que volte lá para me ajudar,
Talvez o trono do Diabo eu queira tomar.

Não precisa se preocupar,
A tarefa é simples, não precisa se exaltar.
Todas as garotas más vão pro Inferno,
Porque até Deus, tem os seus favoritos,
Tão bons e maus, que até serão descritos.

Meu plano era um roubo em massa,
Mas não conseguiremos, agora tudo está em brasa.
Talvez tenham sobrado alguns tesouros,
E talvez Ele não tenha mais seus súditos besouros.

Sabe as consequências se falharmos?
Então agora vou te contar,
Eles costurariam nossas bocas, para o segredo não revelar,
Logo após todos os remendos, já estarem prontos para colar,
Eles nunca nos soltarão, e então vão nos matar.

Infelizmente não posso te soltar,
Porque ele ganha vida à meia-noite.
E tudo que Ele faz é as bruxas queimar,
Eu não posso, o deixar e com você acabar.

Farei isso primeiro,
Tudo bem, pode implorar,
Sua vida corre por veias vermelhas,
Que logo e agora vou as cortar.

Fui coroado e nomeado como Diabo ao nascer.
Nunca gostei do nome, nunca me acompanhou a crescer.
E agora eu não consigo nem pensar,
Porque os gritos continuam a me cegar,
Eu ordeno agora, que todos irão cessar!

Você está nas mãos do Diabo.
Pensa que é capaz,
Mas no fim de tudo,
Não tem paz.

Você será o meu brinquedo,
Não se assuste, siga o enredo.
Passarei pelo seu futuro então,
Veja com seus próprios olhos,
Todo seu esforço vai em vão.

Bruxinha linda, que anseia escapar,
Quem sabe um dia, conseguirá se soltar,
O inferno, sedento de sangue está,
E a fogueira, já está pronta para te incendiar.

Comentários

Anônimo
MDS
23/08/2020