Bem vindo ao inferno. Realmente. Aqui não é o que você esperava. Como você pode ver. É como um simples limbo. O maior medo do ser humano. É perder o senso de existência.

Morrer. Pedir. Rogar. Suprir.

Você deve estar pensando que não merece isso. Foi tão bom em sua medíocre. Vida. Fez tanto bem. Tratou a todos também. Os envolvidos. Se envolveram. E os acolhidos. Não acolheram.

Ah, os humanos. Sempre tão egoístas. Pedindo por coisas que nunca vão conseguir. Atuando. Dançando. Em sangue escorregando.

O senso de clareza começa a desaparecer. Enfim. É só o nada. Só pensa em morrer. Como? Se já não respira. Como? Se já não pira.

Você pediu. É isso que te damos. Tenha uma boa estadia. No inferno do seu próprio nada.

Absolutamente. Nada.