Vou contar um fato que aconteceu comigo quando tinha 11 anos.

Na rua onde cresci havia uma casa que estava sempre vazia com uma árvore bem na frente e uma planta, que não sei o nome, que forma um arbusto de mais ou menos 1,5m de altura. Ela ficava ao lado da casa de meus pais.

Durante o dia brincávamos por toda rua e até na frente dessa casa, mas nunca entrávamos no pátio dela, apesar de não ter muros na frente evitávamos, naturalmente evitávamos.

Uma noite, lá pelas 20 horas, decidi voltar para casa para tomar banho e jantar.

Até então nunca havia acontecido nada de anormal em relação a casa abandonada, mas ao entrar pelo portão da garagem da casa dos meus pais decidi olhar para o lado.Então olhei em direção ao muro baixo de 1,4 m de altura que dividia a casa dos meus pais da casa abandonada.

Bem atrás desse muro ficava o tal arbusto de 1,5 m. Quando olhei para o muro percebi uma mão com dedos muito magros e longos saindo dos arbustos e se apoiando no muro, em seguida veio outra mão, como se a coisa estivesse de cócoras sob o arbusto e fosse me espiar sobre o muro, em seguida veio a cabeça da coisa.Era cor verde militar ou marrom, careca, com olhos completamente cor grená, olhos horríveis.

Ao lado da cabeça parecia ter um pouco de cabelos, mas em cima era careca, horrível.

Nos encaramos por um segundo, o pânico tomou conta e entrei gritando na garagem. Chamei minha mãe que veio olhar o que houve. Contei a ela detalhadamente, com muito mais detalhes que agora.

Meu pai veio com a lanterna e olhou do outro lado do muro e disse que o capim alto estava amassado mesmo. Depois ele entrou com a lanterna até o fundo do pátio dessa casa abandonada enquanto eu e minha mãe esperávamos. Depois de um tempo ele voltou, olhou nos meus olhos e disse firme: “Nunca mais entra nesse pátio!”.

Uns anos depois ele comprou o terreno ao lado e demoliu a casa, tirou até as fundações… Ele falou que foi pra aumentar nosso terreno, fazer piscina e garagem pode ser.

Desculpem algum erro de ortografia mas é que relembrar e escrever essas coisas me deixaram um pouco inquieto…

O que seria aquela estranha criatura, de onde ela veio e para onde ela foi? Qual seria o seu objetivo naquele local? Porque surgiu exatamente ali? O que haveria nas entranhas daquela estranha casa?

Essas são perguntas que jamais serão respondidas, pois as criaturas e fenômenos sobrenaturais agem de forma desconhecida, provocando fatos “Além da Imaginação”!